Relatório Mundial das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento dos Recursos Hídricos indicou alternativas baseadas em reutilização de águas residuais

Com boa parte da população vivendo em situação de escassez de água, a ONU apresentou o que pode ser uma solução: a água residual. No último Relatório Mundial das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento dos Recursos Hídricos, foi proposta a ideia de “reúso, reciclagem e recuperação de recursos”. As informações são do jornal “O Globo”.

A ONU alertou que ainda há muito a se fazer no cuidado com a água, uma vez que nos países de renda média-alta o tratamento de água residuais urbanas e industriais é de apenas 38%. Nos países de renda média-baixa, a porcentagem é ainda menor, 28%, e nos de renda baixa, 8%. No mundo, para se ter uma ideia, 80% das águas residuais não possuem o cuidado adequado ao serem despejadas.

Ainda que o tratamento e a purificação de resíduos representem custos, há um potencial econômico que pode compensar esse investimento. As novas tecnologias ajudam a recuperar e a reutilizar certos nutrientes. Para a ONU, afirmou a matéria, há cinco formas de tornar essa opção viável: “fazer o enquadramento legal e regulatório”; “criar mecanismos apropriados de financiamento”; “minimizar os riscos às pessoas e ao meio ambiente”; “construir conhecimentos para a elaboração de projetos”; e “conscientizar a população”.